segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

De Honduras a Rio Negrinho

Uma breve explicação: desde que voltei de Honduras não consegui sentar para escrever no blog.

Simplesmente entrei em recesso sem avisar nada. Algumas pessoas queriam saber o que acontecia pela América Central a partir dos contatos que eu tive por lá.

Outras porque acham que eu devia manter o blog atualizado.

Quero imaginar que outras tantas porque acharam a proposta do blog legal, apesar de ele ainda não ter decolado.

Das promessas de ano novo no âmbito virtual:

1. atualizar o blog
2. avisar que atualizei no twitter

E agora que retornei de Rio Negrinho desse ano novo açucarado, mais melado que melado bem doce decidi cumprir essas metas aí.

Fica para o próximo post.

Ah, e sobre Rio Negrinho.

Cidade simpática, limpa, arborizada, onde só falei com moradores legais e vi decorações de natal de garrafas PET. "São destaques nacionais" disse num misto de timidez e orgulho o seu Pedro, funcionário da Secretaria de Saúde do município que foi recentemente tranferido da Secretaria de Educação.

Ele tava feliz por algumas coisas. Ganhava mais sendo motorista na área da saúde do que na da educação; planejava tirar férias dentro de um ano e porque a gurizada "sabe se divertir sem se machucar".

Valeu a viagem, o trago, o barro e a festa. 2010 já tá aí. É hora de cumprir o prometido.

Nenhum comentário: