quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

O destino final


Os primeiros dois episódios da última temporada do Lost foram nada mais do que protocolares e sem perspectivas.

O mais importante desse que é o melhor seriado que eu já acompanhei é ter suspense, trama e enigmas que se possa ficar ansioso esperando a resposta.

Não me despertou nada esses primeiros episódios. Adorei ver as personagens em um episódio inédito. Mas este começo esta aquém do final da temporada anterior.

Lembro-me de quando terminou a primeira temporada. Abriu-se a escotilha. O começo do segundo foi também muito espetacular, o início da reviravolta.

A guerra dos sobreviventes contra os Outros no final da magnífica terceira temporada era impossível ser batido pelo começo da quarta, mas não ficou a desejar.

Jacob morre. O Homem de Preto assume o comando. Surge uma nova colônia na Ilha. Sayid ressuscita. Será mesmo? Aqui para mim está o único suspense de peso do início dessa temporada.

Revi a quinta temporada antes de ver a sexta. E como era nítido e não tinha visto que o Locke da quinta temporada era outro homem. E agora o ressuscitado Sayid será ele mesmo?

Aliás, a morte de Juliet ficou muito aquém em emoção do que poderia.

Entretanto uma certeza me persegue: o final de Lost será estarrecedor e inesquecível. Por quê? É o seu destino.

Nenhum comentário: