segunda-feira, 26 de abril de 2010

Grécia segue mobilizada

Vi na GloboNews agora pela manhã. A Grécia segue mobilizada contra o pacote de austeridade fiscal do governo grego, imposto pela União Europeia e pelo FMI. É a velha fórmula da dominação do capital financeiro. Os empréstimos econômicos internacioanis se refletem em aumento da miséria, diminuição do emprego formal, aumento dos impostos.

A crise econômica mundial assolou o "terceiro mundo" europeu.

A Grécia foi um dos países mais atingidos. As demissões e retiradas de direitos sociais e trabalhistas sacudiu o país.

A convulsão em Atenas explodiu em dezsembro de 2008 com o assassinato do adolescente de 15 anos Alexandris Grigoropoulos pela polícia que repremia uma mobilização juvenil.

Seguiu-se um mês de caos total na capital grega. Os manifestantes tomaram o principal noticiário da televisão e incendiaram a árvore de natal em frente ao Parlamento.

Com a eclsoão da crise econômica os sindicatos se somaram às mobilizações.

A notícia da GloboNews de hoje retrata a greve dos Correios e dos Transportes Marítimos. Duas greves gerais aconteceram no último ano na Grécia.

Tudo por conta dos empréstimos que o governo assumiu para pagar a dívida.

Lá o povo se nega a pagar a crise dos ricos, se nega a pagar pelo dinheiro roubado pelos diversos governos corruptos.

As mobilizações seguem e nos animam. Nossos aliados do Syryza, coligação da esquerda grega com representação parlamentar, estão jogados nesta luta. É hora de uma mudança profunda se concretizar na sociedade grega.



Nenhum comentário: