domingo, 8 de maio de 2011

Vargas Llosa vota Ollanta para Presidente do Peru

Mario Vargas Llosa, Nobel de Literatura, está com Ollanta Humalla para Presidente do Peru. Leia aqui artigo publicado no site do jornal El País, da Espanha, em que ele expõe a campanha suja e difamatória da direita fujimorista e dos setores da Opus Dei da Igreja Católica.

O escritor havia dito que o Peru iria decidir entre "a aids e o câncer terminal". A frase foi destacada em vários veículos e divulgada mundo afora. 

Contra a imagem de ligado ao bloco bolivariano (Chávez-Castro-Evo-Correa), Humalla lançou o "Compromiso con el Pueblo Peruano" com propostas que asseguram a economia de mercado, liberdades de imprensa e de expressão. É uma resposta às pressões da direita mais suja do Peru e também expressão do nacionalismo de esquerda que pode sucumbir, se além de entregar os anéis, entregar os dedos.

O Peru precisa de um governo formado e dirigido pela esquerda nacionalista, pelos movimentos sociais e forças populares contra o fascimo da família Fujimori, mas também contra a elite usurpadora que corroeu o país e o afundou em péssimas condições sociais. 

Não há outra alternativa. Entre Keiko Fujimori e Ollanta Humalla, nem mais Vargas Llosa tem dúvida. É OLLANTA na cabeça!


Nenhum comentário: